Vilma Amorim quer doar terreno da Praça Noeme Lages para o Ministério Público

Em projeto polêmico, prefeita de Esperantina quer atender um pedido do MP que solicita ao Executivo a doação do referido terreno.

10/06/2019 às 19h57
1274
Praça Noeme Lages em Esperantina-PI

A prefeita de Esperantina, Vilma Carvalho Amorim, do Partido dos Trabalhadores (PT), pretende doar parte do terreno onde está situado a praça Noeme Lages no centro da cidade para a construção da sede da Promotoria de Justiça do Ministério Público. A gestora quer atender um pedido do MP que solicita ao Executivo a doação do referido terreno.

O projeto foi encaminhado para a Câmara Municipal de Vereadores na sessão do último sábado (8), onde encontra-se tramitando nas comissões ao qual será colocado em pauta para apreciação no legislativo em breve. Vilma Amorim precisa de pelo menos dois terços dos treze vereadores para conceder a doação do imóvel.

Projeto da prefeita Vilma Amorim enviado para o Legislativo

Clique aqui e confira na íntegra o projeto completo.

Segundo o projeto, o Poder Executivo Municipal pretende autorizar a proceder a doação do imóvel próprio do patrimônio municipal, situado na quadra Noeme de Carvalho Lages, sem número-Centro, com as seguintes metragens: 45,00 (quarenta e cinco) metros de frente; 45,00 (quarenta e cinco) metros de fundos; 36,70 (trinta e seis metros e setenta centímetros) no flanco direito, com 25,51 (vinte e cinco metros e cinquenta e um centímetros) no flanco esquerdo.

Planta do imóvel com as medições pretendidas para a doação

Pelo menos cinco vereadores se manifestaram contra o projeto da prefeita. O vereador Castro (MDB), pelo exemplo, já apresentou um projeto recentemente para que o terreno da referida praça seja transformado em um espaço cultural.

O portal RevistaAZ.com.br segue acompanhando o caso.

Pedido do Ministério Público para que prefeitura doe terreno para a construção da Promotoria de Justiça do MP em Esperantina


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.