Ministra vai agilizar autorização de operação de crédito com Banco Mundial

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 07/07/2011 às 03h57
0
Foto: Divulgação

O governador Wilson Martins foi recebido em audiência nesta quarta-feira (6), em Brasília, pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Durante o encontro, o governador tratou de três pontos relevantes para o Piauí: a operação de crédito com o Banco Mundial, que foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado e Conselho Diretor do Banco, Transnordestina e um convite para a visita da ministra ao Estado.

Como só falta a autorização da Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX) para a liberação do empréstimo, Miriam Belchior pediu que o Secretário para Área Internacional, Carlos Rigotto, agilizasse uma reunião para apreciar a operação de crédito entre Banco Mundial e o Governo do Piauí.

Ainda no Ministério do Planejamento, o governador, acompanhado dos secretários Sérgio Miranda e Avelino Neiva, tratou da ferrovia Transnordestina, especialmente de um convênio firmado entre Departamento Nacional de Trânsito (DNIT) e Universidade Estadual do Piauí (Uespi) que garante que os estudantes acompanhem os moradores do trecho que estarão diretamente envolvidos com a construção da obra a fim de que estes recebam instruções sobre serviços, mudanças e operações bancárias.

Durante a audiência, o governador fez um convite à ministra Miriam Belchior para vir ao Piauí por ocasião da inauguração do residencial Jacinta Andrade, a maior obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) realizada no país.

Ainda em Brasília, o governador esteve reunido com o ministro da Secretaria dos Portos, José Leônidas Menezes e tratou da construção da terceira etapa do Porto de Luís Correia. A primeira e a segunda etapas estão em fase de prestação de contas.

Leônidas garantiu a Wilson Martins que vai dar agilidade na definição de uma agenda para licitar a terceira etapa para que o processo licitatório seja concluído até o dia 15 de setembro. Da redação, com CCOM



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.