Manoel Filho sugere nome de “Antônio Francisco” ao prédio de órgãos do Estado

Prédio que abrigará os órgãos do Governo do Estado na área rural: Emater, Adapi e Progere, poderá receber o nome do ex-presidente do PT Municipal, Antônio Francisco, em Esperantina.

07/12/2018 às 14h18
724
(Foto: Kléber Oliveira/RevistaAZ)

O presidente da Câmara Municipal de Esperantina, vereador Manoel Filho (PT), apresentou um Indicativo nº 90/2018 na última sessão ordinária que sugere o nome do falecido ex-candidato a vereador e ex-presidente do “PT Municipal” de Esperantina, Antônio Francisco Lima, ao prédio que abrigará três órgãos do Estado da área rural – Emater, Adapi e Progere – recém reformado no município.

Prédio de abrigará os órgão do Estado: Emater, Adapi e Progere (Foto: Kléber Oliveira/RevistaAZ)

O parlamentar justifica que o indicativo se trata de uma homenagem “a um cidadão esperantinense, que sempre foi atuante nos movimentos sociais deste município junto aos trabalhadores rurais, nas comunidades de base da igreja a que pertencia, bem como por conta de sua atividade política.

O documento foi aprovado por unanimidade e encaminhado para o gabinete do Deputado Estadual Francisco Limma, para que possa ser enviado e apreciado na Assembleia Legislativa do Piauí, bem como também enviado para a Secretária Estadual de Desenvolvimento Rural – SDR.

Antônio Francisco (camisa vermelha) ao lado do vereador Manoel Filho e demais lideranças (Foto: Reprodução/Facebook)
Confira um pouco da história de Antônio Francisco, anexa ao Indicativo proposto pelo vereador Manoel Filho:

Antônio Francisco de Lima, piauiense, nasceu na cidade de Esperantina-PI. Viveu sua adolescência e até o início da sua vida adulta (aos 20 anos de idade) no município de Esperantina, quando se casou com Rosa de Lima Sousa, também esperantinense. Ambos trabalhadores rurais, viviam da roça – atividade e trabalho típico de grande parte dos moradores dos interiores do Piauí.

Aos seus 20 anos de idade, viajou para o estado de São Paulo por motivo de melhoria de vida, e por lá ficou aproximadamente uns 5 anos. Retornou ao estado do Piauí, e continuou a trabalhar na roça com sua família.

Antônio Francisco ficou conhecido como “o homem das comunidades”, pois era católico e desde que retornara do estado de São Paulo, ficou mais envolvido nas comunidades eclesiais de base. Por ser católico, juntamente com o Padre Ladislau, e posteriormente com o Padre Carlos Seixas (párocos da cidade de Esperantina naquela época).

Juntamente com os mesmos, Antônio Francisco deu origem a muitas comunidades eclesiais de base, grupos de católicos, etc. Possuía um programa católico que a princípio se chamava “Caminhando com as Comunidades”, posteriormente passou a ser chamado de “Caminhando com o povo de Deus”. Antônio Francisco era um líder católico da época, e trabalhou todo este período juntamente com o padre, até que engajou fortemente junto com o Partido dos Trabalhadores (PT).

Sua vida sempre fora pública, de dedicação intensa aos que mais necessitavam de uma atenção holística do poder público e por isso se filiou ao PT, para buscar a melhoria da qualidade de vida dos que mais necessitavam, especialmente os trabalhadores rurais de esperantinenses.

Por almejar tal sonho, Antônio Francisco foi candidato a vereador de Esperantina. Realizara sua campanha política de porta em porta, andando de bicicleta, mas não tivera êxito. Logo após, incansavelmente e sempre com esperança e muito trabalho, continuou no movimento do PT, onde fora presidente do partido por 4 mandatos. No decorrer deste tempo até o ano de 20188, Antônio Francisco foi candidato a vereador por mais duas vezes, onde nas eleições anteriores, no ano de 2016, ficara como primeiro suplente, mas não chegou a assumir a Câmara de Vereadores.

Antônio Francisco também trabalhou no setor de segurança como assistente administrativo do posto de identificação (setor que realiza confecção de RG’s) no Detran – órgão do estado do Piauí na cidade de Esperantina. Anos depois, este setor de identificação passo a ser de responsabilidade do poder público municipal, onde assumiu como coordenador até o ano de 2018.

No dia 25 de junho de 2018, Antônio Francisco, após sofrer um acidente automobilístico no dia 17 do mês, na cidade de Esperantina e ter sofrido traumatismo craniano, e ficado em coma por 8 dias no Hospital Dirceu Arcoverde na cidade de Parnaíba-PI, veio a falecer.

Deixou sua ex-esposa, Rosa de Lima Sousa e seis filhos: Antônio Ivaldo de Sousa Lima, Valdene de Sousa Lima, Antônia Valdene de Sousa Lima, Vânia de Sousa Lima, Thiago de Sousa Lima e Verônica de Sousa Lima e três netos: Kayllan Kevenn de Sousa Lima, Kayllane Maria de Sousa Lima e Isaac Rodrigues de Sousa Lima.

Seu legado fora deixado para todos os esperantinenses durante toda a sua trajetória de trabalho aos trabalhadores rurais e a todos os esperantinenses, pois de forma direta e indiretamente, TODA SUA VIDA fora de DEDICAÇÃO, em sua, aos trabalhadores rurais. Fé, trabalho, compromisso, dedicação e esperança, entrelaçados com muita humildade e carisma, foram seus maiores princípios.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.