Goleiro é preso após agredir juiz durante partida de futebol no Piauí

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 02/03/2015 às 10h17
21

goleiro-campomaiorO goleiro Anderson Gomes Muniz, que jogava pelo time do Juventude da Água Fria, foi preso pela Polícia Militar na tarde desse domingo (1º) depois de dar um soco no árbitro Arleno Silva. A agressão ocorreu durante a partida ocorrida durante a tarde pelo campeonato de várzea ‘Alto do Meio’, com times da região da cidade de Campo Maior, que fica a 90Km da capital.

Segundo relatos, a discussão entre vítima e agressor começou aos 15 minutos do 1º tempo, quando o goleiro resolveu botar a bola para fora do campo para ir urinar. O goleiro fez a sua necessidade e voltou para o jogo. Nesse o momento, o árbitro Arleno resolveu fazer o ‘Fair Play’ e colocar a bola em disputa pelas duas equipes, mas o jogador não aceitou, porque queria a posse de bola.

O goleiro reclamou da atitude do juiz e recebeu cartão amarelo. Rejeitando a punição, ele fez gestos de que o juiz estava sendo desonesto. Arleno puniu o jogador com o vermelho e irritou ainda mais o atleta, que partiu pata cima do juiz.

Em seguida, ele acertou um soco no rosto do juiz e a Polícia Militar foi acionada. De acordo com o sargento Lisboa, que comandou a diligência, o goleiro agressor foi preso em flagrante pelo crime de agressão física e foi levado pelos policiais até o 1º Distrito Policial.

A partida, que terminou com o placar de 1 a 1, era contra o time do Juventude x Conceição, este último da cidade de Sigefredo Pacheco.

Fonte: PortaldeCampoMaior


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.