Após golaço, Neymar aumenta galeria de obras de arte

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 18/10/2012 às 15h15
0

Não há ser humano que duvide da capacidade de Neymar. E mais uma prova de que realmente não se pode duvidar da qualidade do atacante foi o golaço marcado por ele no empate em 2 a 2 com o Atlético-MG, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro.

Assim como no ano passado, no famoso jogo com o Flamengo (vitória carioca por 5 a 4) na casa do Peixe, Neymar – que diante do Galo completou 200 jogos pelo Santos – proporcionou ao torcedor santista mais uma daquelas pinturas dignas de guardar na memória para sempre.

Para o técnico Muricy Ramalho, por exemplo, o gol anotado pela Joia neste ano foi tão antológico quanto o marcado em cima da equipe carioca, que rendeu ao atacante o Prêmio Puskás da FIFA (gol mais bonito do ano) em 2011.

Compare os lances dos dois golaços abaixo:

Santos 4 x 5 Flamengo – 27/7/2011 – Brasileirão

Neymar recebe passe na intermediária, aplica uma caneta em Rafael Marques, deixa Leonardo Silva no chão, arranca em direção à área, corta Junior Cesar, invade a área e bate rasteiro no contrapé de Victor.

Santos 2 x 2 Atlético-MG – 17/10/2012 – Brasileirão

Neymar recebe passe rente à linha lateral pela esquerda e, pressionado por Ibson e Léo Moura, se desvencilha da marcação dos dois em um só drible. Arrancando em direção ao meio, a Joia tabela com Borges, deixa Renato Abreu para trás, aplica um drible na vaca em Ronaldo Angelim e bate de três dedos na saída de Felipe.

informações/Lancenet


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.