Acusado de matar esposa a facadas se entrega a polícia em Esperantina

Em entrevista exclusiva ao RevistaAZ.com.br, ele disse estar arrependido e que está disposto a pagar pelo crime.

6004
(Foto: Kléber Oliveira/RevistaAZ)

Francisco Luis de Sá, acusado de assassinar com cinco golpes de faca, a companheira Maria Creuza Ferreira Gomes, se apresentou na companhia de um advogado, na tarde desta terça-feira (5), na 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Esperantina. Assista o vídeo abaixo!

Em entrevista exclusiva ao RevistaAZ.com.br, Francisco Luis de Sá se mostrou arrependido e confirmou a autoria do assassinato e disse estar disposto a pagar pelo crime. Ele relatou que estava escondido no mato e não tinha intenção de matar a companheira.

O CRIME

O crime aconteceu no dia 27 de novembro na localidade Tapuio na zona rural de Esperantina, quando o acusado discutiu com a vítima e desferindo lhe várias facadas. Ela foi socorrida e encaminhada ainda com vida para o Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman e levada às pressas para o Hospital do município de Piripiri, mas devido os ferimentos, ela faleceu.

FICARÁ PRESO

A defesa do investigado entrou em contato com o delegado Leonardo Alexandre e ficou acertado que ele se entregaria na data de hoje. Durante seu interrogatório o investigado alegou que matou sua companheira por conta de uma discussão por motivos familiares, vindo a perder a cabeça e efetuar algumas facadas na vítima. Após a prisão a polícia tem o prazo de 10 dias para concluir as investigações.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.