Vereador denuncia prefeitura por perseguição política em Morro do Chapéu

“O prefeito vem perseguindo os professores que não compactuam de sua posição política", disse o vereador que é professor da rede municipal.

692
(Foto: Reprodução/Montagem)

O vereador e professor Jordânio Aguiar (PT) entrou com uma representação no Ministério Público do Estado do Piauí, denunciando a prática de assédio moral e perseguição política por parte da prefeitura de Morro do Chapéu do Piauí, administrada atualmente pelo prefeito Marcos Henrique (PSD).

Na representação, Jordânio Aguiar, que é professor da rede pública de ensino do município, relata que Secretaria de Educação publicou uma portaria de lotação em uma escola no qual não fez o concurso público. Ele conta que exerceu o magistério de 2013 até abril de 2014 na  Escola Raimundo Nonato de Carvalho, na localidade Fazenda Nova, onde foi aprovado no concurso. O vereador relata que a referida escola foi fechada em 2014 e ele passou a lecionar na zona urbana do município até o ano passado.

Na denúncia, Jordânio Aguiar disse que se sente prejudicado, pois foi transferido para uma escola na localidade Vila São Pedro, situado há 15km da sede do município. “O prefeito vem perseguindo os professores que não compactuam de sua posição política. Isso vem prejudicando muitos servidores em nosso município”, contou.

O OUTRO LADO

O Prefeito Marcos Henrique não foi localizado para comentar o caso. O espaço fica aberto para quaisquer esclarecimentos.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.