Tribunal manda prender ex-prefeito Geraldo Mineiro condenado a 8 anos de cadeia por pedofilia

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 11/05/2015 às 10h08
19

O ex-prefeito, segundo o mandado, deverá ser recolhido a Penitenciária Agrícola Major César Oliveira.

geraldo-miniroO Tribunal de Justiça do Piauí expediu mandado de prisão contra o ex-prefeito de Sebastião Barros, Geraldo Eustáquio Machado, conhecido “Geraldo Mineiro”. O mandado foi assinado no dia 08 de maio pelo desembargador Erivan Lopes, em virtude do trânsito em julgado da condenação. O ex-prefeito, segundo o mandado, deverá ser recolhido a Penitenciária Agrícola Major César Oliveira.

Entenda o caso

O Tribunal de Justiça do Piauí, através da 2ª Câmara Especializada Criminal, condenou em 2011,por unanimidade, o ex-prefeito de Sebastião Barros, Geraldo Eustáquio Machado (PT), a oito anos de prisão acusado de praticar crime de pedofilia contra uma menor de 8 anos, na época, filha do vereador Gutão, que foi Presidente da Câmara do Município de Corrente-PI, a 874 km da Capital do Piauí (Teresina), na Região Sul do Estado. Segundo a mãe da criança, o abuso teria acontecido durante uma viagem com o prefeito. Durante o trajeto, Mineiro pediu para que Jane assumisse o volante de sua hilux e ficou sozinho no banco de trás do veículo com a menina.

*Gil Sobreira, do gp1


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.