Procuradoria dá aval para realização do concurso da Polícia Militar do Piauí

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 11/05/2021 às 21h54
1653
4ª CIA do 12º Batalhão da Polícia Militar de Esperantina-PI (Foto: Kléber Oliveira/RevistaAZ)

Nesta terça-feira (11/05), a Procuradoria Geral do Estado confirmou que deu parecer favorável para a realização do concurso da Polícia Militar do Piauí.

O edital, que será divulgado em breve, é para a contratação de 690 vagas para soldados e oficiais. Os salários variam de R$ 3.200 a R$ 6 mil. 

Para evitar judicialização, o edital passou por um pente fino da procuradoria para coibir qualquer problema futuro. É um concurso complexo com série de exigências desde exames psicológicos, investigação social, aptidão física. Este ano, a novidade é a mudança de idade, antes era exigido 30 anos, agora é 35 anos.  

O procurador geral do estado, Plínio Clerton, informou que só analisa agora o contrato com o Nucepe (Núcleo de Controle de Concursos e Promoção de Eventos. O contrato dispensa licitação. Plínio Clerton informou que de hoje para amanhã dará parecer sobre o contrato. 

As novas contratações são para reforçar a segurança no interior do estado. A PM acumula déficit de pessoal, devido os pedidos de aposentadorias, mortes por covid e até assassinato. Hoje mais um policial foi morto quando chegava em casa após o trabalho. 


*Com informações do cidadeverde



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.