Presidente da Câmara de Morro do Chapéu é investigado por crime eleitoral

Vereador Moizés Rodrigues Soares, do MDB, é acusado de suposto crime eleitoral cometido durante o 1º turno das Eleições de 2018.

09/09/2019 às 00h22
1757

Tramita na 41ª Eleitoral de Esperantina, o processo de investigação criminal contra o atual presidente da Câmara Municipal de Morro do Chapéu do Piauí, Moizés Rodrigues Soares, do MDB, por suposto crime eleitoral cometido durante o 1º turno das Eleições de 2018.

O processo trata-se do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), relativo ao fato ocorrido no dia 07/10/2018 no município de Morro do Chapéu do Piauí e registrado na 13ª Delegacia de Polícia Civil de Esperantina, onde o edil é acusado de “Crimes contra o Sigilo ou o Exercício do Voto – Arregimentação de Eleitor ou Boca de Urna – Divulgação de Propaganda Eleitoral no Dia da Eleição“. Durante a diligência policial o vereador foi flagrado com um revólver calibre 32 em seu veículo. Na época, o vereador foi detido na delegacia de Esperantina e só foi liberado após o pagamento de fiança arbitrada pelo Juiz Eleitoral, Dr. Arilton Rosal Falcão Junior.

Conforme a movimentação processual, uma audiência foi marcada para o dia 07/08/2019, para o recolhimento de depoimentos, onde aguarda a análise do Ministério Público Eleitoral.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.