Prefeito Ronaldo Gomes diz que sua gestão não é alvo da Polícia Federal

Por: Da Redação
Publicado em 07/08/2020 às 20h57
288
(Foto: Reprodução/Facebook)

O prefeito de Luzilândia, Ronaldo Gomes, enviou na noite desta sexta-feira (07), direito de resposta, após matéria publicada nesta manhã no portal GP1 e reproduzido pelo portal RevistaAZ informando sobre investigação aberta contra ele pela Polícia Federal.

Em nota, o prefeito afirmou que o fato alvo da investigação ocorreu em 2014 e que sua gestão teve início em 2017. “O governo de Ronaldo Gomes iniciou-se em 2017, sendo que os atos apontados pelo postulado decorreram em 2014. Assim, não tendo nenhum alinhamento com os atos administrativos do governo atual que tem a frente Ronaldo Gomes”, ressaltou.

Confira abaixo a nota:

Ao tempo em que o governo municipal de Luzilândia através de sua assessoria de comunicação cumprimentamos o ínclito portal, e elevamos nossos votos de respeito a sua idoneidade quanto a grandeza de sua identidade jornalística,sobre matéria veiculada nesta manhã 09/08/2020, que traz o título “PREFEITO RONALDO GOMES É ALVO DE INVESTIGAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL”, aludindo um fato ocorrido no ano de 2014, e o atribuindo à gestão do prefeito Ronaldo gomes, que só iniciou -se em 2017, queremos acreditar em um equívoco por parte do veículo de comunicação, e não numa tentativa clara de macular e denegrir a imagem do prefeito.

Tornamos, o governo de Ronaldo Gomes iniciou – se em 2017, sendo que os atos apontados pelo postulado decorreram em 2014. Assim, não tendo nenhum alinhamento com os atos administrativos do governo atual que tem a frente Ronaldo Gomes. Na verdade sabemos quem de fato por este e por outros atos estão sob crivo de investigação.

Acreditando no alto espírito e bom senso que pesa pelo jornalismo como uma evidência da verdade, aguardamos providências.

Prefeitura Municipal de Luzilândia.

Governo “Construir e Servir”.

Assessoria de Comunicação.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.