Polícia militar apreende kombi com 1,3 tonelada de carne de jumento

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 14/08/2013 às 09h47
25

Um homem de 58 anos foi preso na cidade de Limoeiro, no Agreste pernambucano, enquanto transportava 1,3 tonelada de carne de jumento misturada a outras carnes em uma Kombi, na madrugada desta terça-feira (13). Ele estava com um ajudante de 17 anos, que foi liberado pela polícia. A carne foi levada para a delegacia do município.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Gustavo, o automóvel com a carne de jumento foi interceptado pela Polícia Militar no bairro de Piralira. “A cidade tem histórico de matança e já tínhamos a suspeita do transporte de carne”, afirmou.

Ainda segundo o delegado, o adolescente havia recebido R$ 30 para ajudar o homem com o transporte. Ele foi liberado e entregue à família, com o compromisso de se apresentar ao Ministério Público quando solicitado.

A carne seria comercializada no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. A polícia já tem suspeitos de quem seria o proprietário da carne e tem até 10 dias para concluir o inquérito e indiciar os responsáveis. O homem flagrado com o material já tinha passagem pela polícia nas mesmas circunstâncias e vai responder por crime contra as relações de consumo e corrupção de menor. Ele foi encaminhado ao Presídio de Limoeiro.

A comercialização da carne de jumento é proibida por lei em todo o Brasil. Como o produto é fornecido por matadores clandestinos, não há controle sanitário. A carne deve ser incinerada pela Vigilância Sanitária.

Fonte: G1


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.