Polícia Federal desarticula esquema de fraude em empréstimos consignados no Piauí

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 17/07/2020 às 18h16
579

A Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira (17/07), cumpriu dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal em Teresina.

Segundo o inquérito policial, os investigados se associaram para obter dinheiro a partir de empréstimos consignados concedidos mediante fraude em prejuízo à Caixa Econômica Federal. Para recebimento dos valores indevidos, utilizaram documentos públicos e particulares falsos e contracheques do Governo do Estado do Piauí, fazendo-se passar por servidores públicos estaduais.

Atuando de forma permanente nas agências bancárias da CEF, os mesmos investigados arregimentavam pessoas para a prática do estelionato, entregavam-lhes documentos falsos e orientavam-lhes sobre os procedimentos a adotar para obtenção de empréstimo indevido, assumindo falsamente a identidade de servidores estaduais. Em contrapartida, recebiam parte do valor obtido com o empréstimo fraudado.

Uma terceira pessoa foi presa em flagrante por estelionato e uso de documento falso.

O inquérito policial investiga os crimes de associação criminosa (art. 288 do CP), falsificação de documento público (art. 297 do CP), falsificação de documento particular (art. 298 do CP) e estelionato majorado (art. 171 do CP).


*Informações da Ascom/PF



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.