Pescadores encontram o corpo de mulher que se atirou no Rio Longá em Esperantina

10/11/2015 às 16h51
53070

Uma operação conjunta entre pescadores e populares, conseguiu resgatar o corpo de uma mulher que morreu afogada no Rio Longá na tarde desta terça-feira (10/11). A mulher foi identificada como Joelma Miranda de Carvalho, de 42 anos e sofria de transtornos psicológicos.

A vitima se jogou no Rio Longá por volta das 15 horas e ficou desaparecida por cerca de duas horas. O Corpo de Bombeiros de Parnaíba foi acionado, mas não chegou a tempo.

O local é tido como um dos pontos mais fundos do Rio Longá, localizado no Bairro Nova Esperança, nas imediações do Campo Tilicão. A vitima foi encontrada cerca de 10 metros da margem do rio.

Quem encontrou o corpo foi o piscicultor conhecido como Dila, que usou uma vara com um anzol na ponta e vasculhou a área. Outros pescadores usaram uma extensa rede de pesca para auxiliar na busca.

A vitima foi retirada da água por volta das 17 horas e foi levada para o Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman, para exames cadavéricos e translado para velório.

afogamento_rio03 afogamento_rio07



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.