Mulher morre após ser atingida com tiro de arma caseira em Esperantina

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 25/11/2020 às 20h16
9883

Uma mulher identificada como Maria da Conceição, faleceu na noite desta quarta-feira (25.nov), no hospital Estadual Dr. Júlio Hartman, após levar um tiro de espingarda de fabricação caseira na cidade de Esperantina. O crime aconteceu por volta das 19h na residência da vítima no bairro Santa Luzia e teria sido cometido pelo ex-marido.

O tiro acertou a região do braço. A mulher foi levada para o setor de urgências do HEJH, foi medicada e se encontrava internada, quando passou mal e veio a óbito. A suspeita é de que ela tenha sofrido um infarto fulminante.

De acordo com informações da Polícia Militar, o acusado do crime foi identificado como Francisco das Chagas Silva, conhecido “Chico Conrado“, que inclusive já tem passagem pela polícia. Ele encontra-se foragido.

Chico Conrado, acusado do crime – foragido

Familiares informaram ao RevistaAZ que o homem não aceitava o fim do relacionamento e teria tentado matar ela em outra ocasião. A vítima tinha uma medida protetiva contra ele.

A Polícia Militar segue realizando diligências afim de elucidar o caso.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.