Marllos usa tempo do PMDB para se promover e TRE-PI condena partido

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 11/09/2013 às 11h27
1

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) acolheu pedido do Ministério Público Eleitoral e condenou o diretório estadual do PMDB perda de 2min30s de seu tempo de propaganda partidária. A decisão terá que ser cumprida no primeiro semestre de 2014.

Conforme a decisão do pleno, o deputado federal Marllos Sampaio, ao falar em nome do partido em agosto deste ano usou o tempo, 30 segundos, para se promover politicamente, ao falar que o Piauí tinha avançado, porque ele tinha criado a Delegacia do Idoso, além de outras benfeitorias.

A Corte entendeu que esta fala em 1ª pessoa configura promoção pessoal e não divulgação de ideologia do partido, o que caracteriza desvirtuamento de propaganda partidária.

O relator do processo foi o juiz Agrimar Rodrigues.

*Com informações do 180graus.com


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.