Mais de 15 mil piauienses têm títulos de eleitor cancelados por falta de biometria

Agora os eleitores só poderão regularizar depois da eleição, a partir de novembro.

18/09/2018 às 18h43
385
(Foto: Divulgação)

Mais de 15 mil piauienses tiveram os títulos de eleitor cancelados e não vão poder votar nas eleições no dia 7 de outubro. Eles não apareceram para efetuar o cadastro biométrico e estão fora do sistema.

O prazo para o cadastro biométrico terminou no dia 9 de maio. Agora os eleitores só poderão regularizar depois da eleição, a partir de novembro. Com isso perdem o direito de votar e terão mais problemas.

“Quando eles têm os seus títulos cancelados, também ficam impedidos de fazer uma série de atividades da vida civil, como tirar passaporte e assumir concurso público”, explicou o coordendaor de mesários do Tribunal Regional Eleitoral, Hugo Leonardo Leite.

Para o cientista social Robert Bandeira, a motivação para ausência dos eleitores seria o desinteresse em participar das eleições. Ele avalia que este tipo de comportamento não é bom para a democracia, porque cria um desinteresse pela noção política.

“O Brasil vem passando por uma série de questões, como má administração política, a implantação da democracia de fato, isso o povo vai sentindo a partir do que ele vivência. A própria atuação do judiciário e do legislativo faz com que a população crie avaliações negativas em relação ao ser político, do que o papel do político em si”, disse.

*Com informações do G1



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.