IBGE abre concursos para mais de 208 mil vagas para o Censo 2020

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 05/03/2020 às 12h52
963

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu o aguardado concurso para 208.695 mil vagas temporárias para a realização do Censo Demográfico 2020, com salários de até R$ 2.100. Os editais foram publicados nesta quinta-feira (5) no Diário Oficial da União.

São dois processos seletivos e há vagas distribuídas em todos os municípios do país. As inscrições começam nesta quinta (5) e vão até 24 de março. Esses profissionais irão trabalhar na coleta de informações do Censo 2020, entrevistando os moradores de todos domicílios brasileiros.

Vagas para recenseador

O primeiro edital oferece 180.557 vagas para a função de recenseador. Os candidatos precisam ter apenas o ensino fundamental completo.

Para esta função, a remuneração será por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos. Os profissionais contratados temporariamente também terão direito a férias e 13º salários proporcionais. Veja aqui o edital.

A previsão de duração do contrato é de até 3 meses, podendo ser prorrogado mediante necessidades de conclusão das atividades do Censo e de disponibilidade orçamentária.




O recenseador não terá horário fixo de trabalho. A recomendação, porém, é que o concursado dedique ao menos 25 horas por semana, inclusive nos feriados e finais de semana.

O IBGE disponibilizará em seu site um simulador onde os candidatos podem verificar a remuneração a ser obtida, com base nos valores pagos por setor censitário nas diferentes localidades do país.

Vagas para agentes censitários

O segundo edital prevê o preenchimento de 5.462 vagas para a função de agente censitário municipal e 22.676 vagas para a função de agente censitário supervisor. Veja aqui o edital.

Para estas vagas, é exigido ensino médio completo.

Os melhores colocados em cada município ocuparão a vaga de agente censitário municipal, que será o responsável pela coordenação da coleta naquela cidade. Os demais agentes censitários supervisionam as equipes de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$ 2.100 e R$ 1.700, respectivamente.

A previsão de duração do contrato para agentes censitários é de até 5 meses, podendo também ser prorrogado.

Para as vagas de agentes, a duração do contrato será maior porque serão esses profissionais que irão treinar os recenseadores.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas a partir desta quinta-feira (5), e vão até 24 de março, somente pela internet, no site da Cebraspe (https://www.cebraspe.org.br).

A taxa de inscrição para as funções de nível médio é de R$ 35,80 e para recenseador, de R$ 23,61.

Provas

As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. O edital com a relação de todos os locais de provas será divulgado no dia 8 de maio para agentes censitários (ACM e ACS) e em 18 de maio para recenseadores.




As provas para ACM ACS serão aplicadas em 17 de maio e as provas para recenseadores, em 24 de maio.

Para os candidatos a recenseador, a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos.

Para os candidatos a agentes censitários, serão 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.


Com informações do G1/IBGE



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.