Homem é preso suspeito de vender drogas dentro do espaço do Festival do Peixe

Suspeito foi pego com grande quantidade de maconha e segundo a polícia, seria comercializada dentro do espaço do evento em Esperantina.

27/07/2018 às 13h00
2989
Local onde ocorre o Festival do Peixe na Avenida Petrônio Portela (Foto: Kléber Olveira/RevistaAZ)

Um homem identificado como Antônio Silva Oliveira, foi preso por policiais militares na madrugada desta sexta-feira (27), suspeito de comercializar drogas dentro do espaço onde está sendo realizado o Festival do Peixe, na Avenida Petrônio Portela em Esperantina.

Antônio Silva Oliveira (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

De acordo com o delegado Leonardo Alexandre, o suspeito foi pego com uma grande quantidade de maconha dentro do espaço e que o entorpecente seria comercializado durante o evento. Ele foi encaminhado para a 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Em entrevista ao RevistaAZ.com.br, o delegado afirmou que a primeira noite do Festival do Peixe foi relativamente tranquila, sem casos graves noticiados. “Essas prisões são decorrentes de ações tanto da Polícia Civil de Esperantina, como da Polícia Militar local, visando assegurar maior tranquilidade aos participantes do Festival do Peixe“, disse.

OUTRAS PRISÕES

Nesta quinta-feira (26), foi autuado em flagrante pelo crime de furto a residência em Esperantina, um homem identificado como Antonio Carlos Martins, conhecido como Michel. Segundo o delegado, ele foi preso em decorrência de um furto de um pneu de veículo, fato ocorrido na madrugada passada. O delegado informou que Michel já responde a vários processos por crimes de furtos em Esperantina.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Também foi preso pela Polícia Civil de Esperantina, em parceria com a delegacia de Matias Olímpio, após cumprimento a mandado de prisão preventiva, um homem identificado como Manoel Resende da Silva, pelo crime de homicídio ocorrido no ano de 2014 na cidade de Matias Olímpio. Segundo o delegado, a prisão ocorreu na cidade de Esperantina.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.