Hackers expõem dados pessoais de Dilma e Kassab

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 25/06/2011 às 11h03
0

Depois do ataque a vários sites do governo, na véspera, o grupo de hackers LulzSecBrazil postou em sua conta no Twitter um link para um arquivo com supostos dados pessoais da presidenta Dilma Rousseff e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

O LulzSecBrazil é o braço brasileiro do International Lulz Security. Recentemente, o grupo de hackers ganhou notoriedade por ataques nos Estados Unidos aos sites da CIA e do FBI, ao serviço público de saúde britânico NHS, à empresa de eletroeletrônicos Sony e às TVs Fox e PBS. Na noite passada, o grupo invadiu e tirou do ar os sites da Presidência da República, da Receita Federal e da Petrobras.

O arquivo com os supostos dados de Dilma e Kassab incluem números de CPF, data de nascimento, signo, nome da mãe do prefeito de São Paulo e também e-mails pessoais de Gilberto Kassab. Na verdade, a maioria das informações obtidas pelos hackers é pública e pode ser obtida, por exemplo, nas prestações de contas que ambos mandaram à Justiça Eleitoral em suas campanhas. As informações de Dilma a vinculam à Petrobras, o que indica que podem ter sido obtidas após o ataque ao site da empresa. Dilma fazia parte do Conselho de Administração da Petrobras antes de se tornar presidenta.

O s hackers do LulzSecBrazil também divulgaram outros dois aquivos que têm caminhos para o recebimento de e-mails pessoais de funcionários da Petrobras e supostas senhas e logins de acesso a áreas restritas do site do Ministério do Esporte. Da redação, com BBC – de Brasília



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.