Governo do Piauí inicia distribuição de seringas e agulhas para vacinação contra Covid-19

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 14/01/2021 às 09h37
763
(Foto: Divulgação/Sesapi)

O governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), anunciou, nesta quarta-feira (13), que iniciará, ainda esta semana, a distribuição de mais de duzentas mil seringas e agulhas que serão utilizadas na primeira fase da vacinação contra a Covid-19.

Contudo, ainda não há data para início da imunização, uma reunião para autorização das vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está prevista para domingo (17). O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a vacinação tem início ainda em janeiro.

A distribuição do equipamento para imunização por parte do governo estadual foi comunicada após o presidente Jair Bolsonaro ter afirmado, em postagem nas redes sociais, que o governo federal suspendeu a compra de seringas “até que os preços voltem à normalidade”.

Na época, o secretário estadual de saúde, Florentino Neto, disse que o estado estava preparado para garantir os insumos e, no anúncio desta quarta, o governo garantiu que a entrega das seringas e agulhas, da primeira etapa, será realizada até o sábado (16).

“A entrega será feita de acordo com as etapas de vacinação, nas dezesseis centrais de frios espalhadas pelo Piauí. Nosso intuito é deixar toda rede pronta para a chegada da vacina”, explicou o superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães.

VACINAÇÃO

O governo espera que, na primeira fase de imunização, pelo menos 187.085 piauienses sejam imunizados. Estes estão nos grupos de trabalhadores da saúde, pessoas com mais de 80 anos e população entre 75 e 79 anos.

O governador Wellington Dias (PT) acredita que a vacina deve ser autorizada até 20 de janeiro. “Como já tem vacinas no país, contrato de compra e plano nacional de imunização, eu creio que cinco dias após a autorização possamos começar a vacinar em todo o Brasil”, declarou.

O gestor espera que na próxima semana já se tenha uma data definida para o início da vacinação e um cronograma para imunização.

Para ter acesso à vacina o cidadão, que faz parte do público alvo de cada etapa, precisará do seu cartão de vacina e aqueles que não possuem o cartão não precisam se preocupar, basta se apresentar com um documento de identificação nos postos de vacinação e receber seu imunizante.


*G1/PI



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.