Governo do Piauí anuncia antecipação do 13º salário para ajudar na recuperação da economia

Por: Da Redação
Publicado em 07/08/2020 às 13h16
787
(Foto: Roberta Aline)

Em coletiva de imprensa na manhã da sexta-feira(07), o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, disse que vai antecipar o pagamento do 13º salário. A medida visa ajudar no reaquecimento do comércio. Serão mais de R$ 200 milhões inseridos na economia. A medida visa ajudar, principalmente, o comércio.

“Custeio, contratos, combustíveis estão em dia. A medida que tomamos, colocou as contas da máquina em dia. Único Estado a quitar todas as dívidas com a União. Economizamos mais de R$ 40 milhões. E hoje tomamos a medida de antecipar para agosto o 13º salário do servidor. O que era para sair no dia 21 de dezembro e sairá dia 21 de agosto. Mais de R$ 200 milhões que irão movimentar a economia. Importante para antecipar compras, ajudar a aquecer o comércio e serviços. Medida de fomento a economia”, disse Rafael Fonteles.

Rafael é coordenar do Pró-Piauí II e falou da importância de realizar o combate ao coronavírus junto com medidas de recuperação da economia.

“Isso vai ajudar a recuperar a economia. Em breve teremos o programa Pró-Piaui II. São mais de R$ 4 bilhões de recursos próprios até 2022. Mais de R$ 2 bilhões do Orçamento Geral da União (OGU) através das emendas de bancadas. Esse programa será apresentado em breve. Tentou se criar dicotomia entre sa´[ude e economia. Sempre falamos que cuidar da economia e cuidar da crise. Somente resolvendo a crise sanitária ou equilibrando os efeitos, teremos condições de recuperar a economia. Todos Estados que combateram a pandemia terão retomada econômica mais rápida. A consequência da pandemia foi a maior crise da historia econômica do Brasil. Muito maior do que a de 1929. Foi preciso cortar na própria carne. Cortou salario da própria equipe. Suspendeu contratos de custeio. Isso para não faltar recursos para a saúde. Começamos a colher os frutos”, afirmou.


*CidadeVerde



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.