Francisco Limma defende reforma administrativa no governo do estado

“Vamos plantar em 2019 para colher em 2020", previu Francisco Limma.

12/02/2019 às 14h47
76
Deputado Francisco Limma (Foto: Reprodução/Alepi)

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Limma (PT), explicou que a reforma administrativa apresentada à base governista na noite dessa segunda-feira (11), no Palácio de Karnak, é um plano de controle de despesas e gastos para promover o equilíbrio do estado.

“Vamos plantar em 2019 para colher em 2020. Estamos passando por uma instabilidade adicional. Ninguém arrisca a dizer o que vai acontecer com a economia, com a retomada do emprego no Brasil nos próximos seis meses”, advertiu o líder

O Piauí, segundo o deputado, não pode seguir o exemplo de outros estados que decretaria falência financeira e apresentaram demandas ao Congresso Nacional para a redução de salários.

“A ideia é melhorar a eficiência de alguns serviços. O estado tem R$ 700 milhões de convênios federais em conta e às vezes não consegue aplicar porque não conclui uma licitação que tem que passar por vários órgãos. O governador agora está construindo uma central de licitação, contratos e acompanhamento de convênios. Isso é parte da modernização”, adiantou hoje (12) o deputado, em entrevista à TV Cidade Verde.

*Com informações de Paulo Pincel



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.