Flamengo avisa que não vai fazer loucura para repor saída de Love

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 14/01/2013 às 01h36
0

A política rubro-negra é clara: pés no chão. Nada de loucura. E isso vale quando o assunto é repor a saída de Vagner Love, que era o principal jogador do elenco. Paulo Pelaipe, diretor de futebol do Flamengo, avisa que o momento não permite uma contratação de impacto.

“Não vamos fazer nenhum tipo de loucura. A política agora é de pés nos chão. A diretoria está procurando deixar isso bem claro. Vai levar um certo tempo para que as coisas se coloquem em seu devido lugar. A situação é muito difícil. O Flamengo tem de pagar os seus compromissos. O importante agora é contratarmos jogadores que possamos pagar em dia”, disse Pelaipe em entrevista à Rádio Globo.

Vagner Love deixou o Flamengo neste sábado. O Artilheiro do Amor vai voltar para o CSKA da Rússia. O discurso de despedida foi semelhante ao do presidente Eduardo Bandeira de Mello, com tristeza e a justificativa de que a oferta era boa para as duas partes.

“Saio do Flamengo com o coração na mão. Sempre fui Flamengo e meu desejo não era sair. Tenho certeza de minha história no Flamengo não acabou. Espero voltar”, disse Love em pronunciamento no sábado.

O Artilheiro do Amor voltou para o Fla no ano passado, quando fez 52 jogos e marcou 24 gols. Em 2010, na sua primeira passagem, Love disputou 29 partidas e balançou as redes 23 vezes.

Odia.iG


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.