Conselho Tutelar e Polícia intensificam buscas a adolescente que fugiu da família

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 05/12/2020 às 19h00
2178

O Conselho Tutelar e as polícia civil e militar, estão realizando buscas a fim de encontrar a adolescente Eloá Castro de Assunção, de 11 anos, que fugiu da família na última quinta-feira (03.dez) na localidade Tapuio, zona rural de Esperantina.

De acordo com o Conselho Tutelar, é a segunda vez que a menor foge da família. A primeira fuga aconteceu no dia 16 de novembro e ela foi encontrada cinco dias depois. Ela passou por exames e o resultado foi encaminhado para a 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil.

Já a família alega que a jovem foi raptada por um homem identificado como Cleilton, conhecido popularmente como “Gordinho”. A mãe da menor diz que ela foi sequestrada pelo homem.

Conforme apurado pelo RevistaAZ, a adolescente de 11 anos mantém, supostamente, um relacionamento amoroso com este homem, que tem aproximadamente 25 anos, e que a fuga foi planejada pelos dois, haja vista que a família da menor levaria ela para outro estado.

A mãe da adolescente nega que os dois são namorados e reafirma que ela foi sequestrada pelo homem. Ele foi denunciado na justiça e pode responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Quem tiver informações do paradeiro de Eloá, informar através dos números (86) 98803-3362 (WhatsApp do Conselho Tutelar) e a Polícia Militar, através do número (86) 98858-1332, que também responde pelo WhatsApp.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.