Aos motoristas: Conheça os trechos que merecem maior atenção no Piauí neste carnaval

Por: Kléber Oliveira
Publicado em 28/03/2011 às 17h02
78

A Polícia Rodoviária Federal divulgou os trechos das estradas federais que cortam o Piauí que merecem maior atenção por parte dos motoristas que devem viajar no período carnavalesco. Confira:

BR 343 – Teresina a Parnaíba
– Km 346 – Teresina – próximo ao Morro do Uruguai, na Av. João XXIII, onde há muitas ocorrências de excesso de velocidade;

– Km 347 – Teresina – próximo ao Terminal Rodoviário de Teresina, onde há grande concentração de motociclistas e circulação de veículos pesados;

– Km 305 – Altos – trecho urbano com grande concentração de ciclistas, motociclistas, pedestres e ambulantes, requer atenção especial;

– Km 293 – Curva da Raposa, entre Altos e Campo Maior – curva acentuada com baixa visibilidade, onde há risco de saída de pista ou colisão com outros veículos;

– Km 232 – Piripiri – saída da cidade de Piripiri, trecho com curva e asfalto um pouco desgastado, também com ocorrências de animais na pista;

– Entroncamento entre BR 343 e 222 – Após Piripiri, no acesso para Parnaíba. Em 2010, morreram 5 pessoas da mesma família em um único acidente. O motorista deve ter cuidado ao cruzar a BR, pois veículos pesados que vêm em sentido oposto têm menor visibilidade e, devido ao peso, maior dificuldade para frenagem;

– Km 89 – Volta da Jurema – curva acentuada muito perigosa. Atenção! Cuidado!

– O trecho entre Buriti dos Lopes e Parnaíba é crítico, pois há várias curvas com pequenos aclives e declives;

– Km 42 – Curva do Rio Piranji – visibilidade reduzida, trecho com redução de estabilidade do veículo.

BR 316 – Teresina a Água Branca
– Km 01 – “Balão da Miguel Rosa” – grande circulação de veículos;

– Km 07 – “Rodoviária dos Pobres” – grande circulação de veículos, pedrestes e ambulantes, bem como acesso mal sinalizado;

– Km 08 – Trecho com grande fluxo de veículos de grande porte, ciclistas e motociclistas, onde há muitas ultrapassagem indevidas e utilização do acostamento para circulação irregular de veículos;

– Km 38 – Após Demerval Lobão – trecho com curvas e animais na pista;

– Km 79 – “Estaca Zero” – entrocamento rodoviário com curva e grande circulação de veículos pesados;

BR 316 – Água Branca a Picos
– Km 92 – nas proximidades do município de Barro Duro – animais na pista, curvas e buracos isolados;

– Serra do Gaturiano, no acesso a Oeiras – Serra com curva, grande circulação de veículos pesados, trânsito lento, pouca visibilidade;

BR 316 – Água Branca a Floriano
– Entre Amarante e Floriano há um trecho desabitado, com “retões”, onde se costumam ter flagrantes de excesso de velocidade e há animais na pista;

Acessos a Oeiras

– Os acessos a Oeiras, tanto de quem vem pela BR 316, como pela BR 343 são perigosos, pois se tratam de entroncamentos rodoviários. O motorista deve aguardar e prestar muita atenção no momento de cruzar a BR. Veículos pesados que circulam por ali têm mais dificuldade no momento da frenagem.

Da redação, com proparnaíba

 



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.