Acusado de estelionato do caso “Esperantina Prêmios” é preso pela polícia

Ele é acusado de lesar pelo menos 1.500 clientes da empresa “Esperantina Prêmios” que vendia consórcios de motocicletas sem autorização legal.

11/02/2019 às 15h46
6151
(Foto: Divulgação/Polícia Civil do Amazonas)

Após intensa investigação policial, o empresário Laércio Araújo, acusado de ter dado um golpe em centenas de pessoas no caso “Esperantina Prêmios” em 2015, foi preso nesta segunda-feira (11), no município de Manaus, no Estado do Amazonas.

A informação foi confirmada ao RevistaAZ.com.br pelo delegado da 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Esperantina, Leonardo Alexandre. Segundo ele, existe centenas de boletins de ocorrências contra o empresário acusado de lesar pelo menos 1.500 clientes da empresa “Esperantina Prêmios” que vendia consórcios de motocicletas sem autorização do legal. Os clientes que pagaram o “consórcio de motocicletas” nunca receberam o produto, a empresa fechou as portas, o empresário sumiu e deixou todo mundo no prejuízo. O rombo passa de 12 milhões de reais.

Ainda segundo o delegado, na manhã desta segunda-feira (11) Laércio foi preso no endereço levantado pela uma equipe de investigação do 17° DIP, em parceria com a Delegacia Regional de Esperantina, Estado do Piauí, e apoio do Laboratório de Inteligência Cibernética da DINT/DF, da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça, e conduzido para a base do 17°, onde serão realizados os procedimentos de cumprimento do Mandado de Prisão, devendo ficar à disposição do Poder Judiciário do Piauí.

______________

MATÉRIAS RELACIONADAS


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.