Operação da Polícia Civil prende envolvidos com tráfico em Esperantina

As prisões são decorrentes de inquérito policial instaurado para apurar o tráfico de drogas no interior da penitenciaria Regional de Esperantina

7334
(Foto: Kléber Oliveira/RevistaAZ)

A 13ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Esperantina, em conjunto com a delegacia do município de Barras e Polícia Militar, deflagrou uma operação policial na manhã deste sábado (2), onde resultou no cumprimento de três mandados de prisão preventiva e uma prisão em flagrante.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O Delegado de Esperantina, Leonardo Alexandre, informou ao RevistaAZ.com.br que as prisões são decorrentes de inquérito policial instaurado para apurar o tráfico de drogas no interior da penitenciaria Regional de Esperantina.

Na operação foram presos: Francisco Silva Castro, detento que comandou o tráfico na penitenciaria enquanto esteve recolhido em Esperantina, atualmente cumprindo pena na Colonia Agricola Major César e Naiara Keli Silva Rodrigues, companheira de Francisco e responsável por aliciar visitantes a entrarem com drogas no interior da penitenciária.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O delegado informou ainda que ao longo do ano foram feitas algumas prisões em flagrante por tráfico na penitenciária e em alguns casos foi apurado que presos que tinham dívidas por drogas com Francisco e eram responsáveis por convencer sua companheiras para entrarem com o entorpecente na penitenciária. Segundo a investigação, cabia a Naiara entregar as drogas a essas pessoas.

A Polícia prendeu também Raimundo Nonato da Silva, acusado de por ter participação no tráfico e a polícia apreendeu na residência uma quantia de aproximadamente 400 reais, 14 celulares e vários objetos sem comprovação de origem.

A prisão em flagrante foi em desfavor de Yure Alisson Martiliano da Silva, acusado pelo crime de roubo.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.