Mesmo com chapa única, eleição do sindicato de Esperantina não atinge quórum

Votação foi fraca principalmente nos locais de votação na zona rural do município. Uma nova eleição deverá ser marcada.

25/03/2019 às 18h17
1270

A eleição para a escolha da nova mesa diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Esperantina, ocorrida no último sábado (23), foi anulada por não atingir o quórum necessário.

A votação ocorreu na própria sede do sindicato, localizada na Rua Patriotino Lages Rebelo, no centro da cidade, bem como em pontos de votação distribuídos na zona rural. A votação foi fraca principalmente nos locais de votação na zona rural do município.

Para atingir o quórum, se faz necessário seguir a regra do “50% + 1” de membros aptos a votarem. Segundo fontes, a votação deste sábado teria obtido pouco mais de mil e duzentos votos válidos.

A eleição sindical está sendo composta por apenas uma chapa, encabeçada pela atual vereadora Inês Monção, do Partido dos Trabalhadores (PT). Uma nova eleição deve ser marcada pela comissão eleitoral.

Inês Monção – Candidata da chapa única


Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.