Jovem é preso pela PRF ao divulgar informações sobre blitz em Teresina

Ao ser abordado, o rapaz de 22 anos informou que fazia a divulgação constante de informações sobre blitz nas redes sociais. Ato é crime previsto no código penal.

116
No celular do rapaz, a PRF encontrou as informações sobre a blitz (Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu nessa quinta-feira (23), por volta das 18h, um jovem de 22 anos suspeito de distribuir informações de blitz que estavam sendo feitas na BR-316, KM 0,5, em Teresina. O rapaz usava o telefone celular para compartilhar fotos e áudios alertando à população sobre a presença da ronda.

A equipe da PRF, ao abordar os veículos que circulavam irregularmente e esperavam o procedimento de remoção, percebeu a presença do jovem que estava na área de fiscalização. Ao ser surpreendido, o suspeito afirmou que fazia a divulgação constante das blitz com ajuda de seus amigos. No celular havia vários áudios e imagens compartilhadas em redes sociais em tempo real.

De acordo com o artigo 265 do Código Penal Brasileiro, atentar contra a segurança e serviços de utilidade pública é crime e pode resultar em pena de reclusão, de um a cinco anos, e multa. O rapaz foi encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina, onde foram realizados os processos correspondentes ao crime previsto no código penal.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.