CBF vai transmitir próximos amistosos da Seleção pela internet

Além de transmitir pela CBF TV, o canal da confederação na internet, e pelo aplicativo Vivo Mobile

13
(Foto: CBF/Lucas Figueredo)

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta segunda-feira (29) que rejeitou a proposta feita pela Rede Globo e vai transmitir por conta própria e pela internet os próximos dois amistosos da Seleção Brasileira. As transmissões serão narradas por Nivaldo Prieto, com comentários de Pelé e Denílson.

Com a medida, a CBF repete a prática adotada por Coritiba e Atlético-PR durante o Campeonato Paranaense deste ano. A dupla gerou polêmica ao não aceitar a proposta feita pela RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, para a compra dos direitos televisivos de suas partidas e transmitiu pela internet os três clássicos AtleTiba do estadual.

Além de transmitir pela CBF TV, o canal da confederação na internet, e pelo aplicativo Vivo Mobile, os jogos do Brasil contra Argentina e Austrália serão transmitidos também pela estatal TV Brasil — segundo a Folha de S.Paulo, a CBF comprou um espaço na grade da emissora. Os jogos serão realizados na Austrália, a partir das 7h (horário de Brasília) dos dias 9 e 13 de junho.

Negociações ainda não terminaram

Apesar de recusar a oferta da Globo, o jornal LANCE! informa que a CBF ainda não bateu o martelo em relação às negociações com outras emissoras. O fato de Denílson e Nivaldo Pietro, comentarista e narrador da Fox Sports, estarem envolvidos nas transmissões via web e TV Brasil indica conversas adiantadas com a emissora paulista. Ou seja, é possível que mais novidades surjam em breve.

Em nota enviada ao jornal, a Globo afirmou que houve uma mudança por parte da CBF na forma de negociar os amistosos da Seleção. “A CBF tinha planos de negociar os direitos dos Amistosos e das Eliminatórias da Copa 2022 na forma de bid (leilão fechado)”, afirma a companhia. “Recentemente decidiu vender os dois jogos amistosos de junho de forma avulsa e, embora não acreditemos que esta seja a melhor solução para todas as partes, tentamos negociar mas não chegamos num acordo.”

A CBF se defende afirmando que a nova medida serviu como tentativa para valorizar os jogos da equipe comandada pelo técnico Tite, mas a oferta da emissora carioca não alcançou as expectativas dos cartolas brasileiros.



Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site.